quinta-feira, 22 de maio de 2008

E aí, Muricy?

É, neném, Libertadores agora só ano que vem.

Mas, cá pra nós, o Fluminense mereceu. E o São Paulo também mereceu. Não que o Fluminense tenha um grande time (pelo contrário), mas pelo menos tem atitude. E nem isso o SP teve.

Agora é tomar vergonha na cara e se classificar no Brasileirão. Tentar reforçar o time e tentar não depender mais do Adriano pra salvar os jogos.

Agora o Boca é Brasil na Libertadores!!! DALE DALEEEEEEEE DALE BOCAAAAAAA :)

segunda-feira, 19 de maio de 2008

Mágica com lasers



Do Danosse

Do alho cozido, fim de semana, flatulência canina e wireless

Agora eu tô me achando. Comprei um roteador. E, pra estrear em grande estilo, estou postando sentado na minha cama em frente à TV, vendo o Rafinha Bastos apavorar a prefeitura no CQC, hehehe...

Por falar em Rafinha Bastos, no fim de semana eu fui com a patroa assistir a "A arte do insulto", no teatro Crowne Plaza. O espetáculo foi show, mas como bom cri-cri, tenho que fazer 2 críticas ao teatro:
1) Tinha pelo menos 20 pessoas sentadas no chão do teatro, algumas por opção e outras por overbooking mesmo... o fato é que se pega fogo ou acontece qualquer outra emergência no teatro todo mundo se lasca...
2) Um estabelecimento que não aceita NEM pagamento em cheque NEM cartão de crédito NEM cartão de débito pra mim tá desrespeitando o cliente, não???

E por falar em comédia, no fim de semana eu fiz o alho cozido (ou assado, como eu postei antes). Depois de umas 3 horas de fogo renovando a água váááárias vezes, o alho estava quase bom. QUASE. Até que eu descuidei na última água e a panela ficou PRETA. Mas no fim o alho ficou bom. Um pouco amargo por conta da sapecada, mas ainda assim ficou com aquela consistência sensacional.
Assim como ficou sensacional a mandioca que eu fiz pra acompanhar o músculo na panela.

Sem piadinhas quanto à minha mandioca, por favor.

Falando sério, sexta-feira eu fiquei bem preocupado. Cheguei em casa e o Nêgo tava vomitando tudo. Liguei pro veterinário dele (que é de Santos, uia que chique!!!) e me disseram pra dar uns remédios, ficar de olho e, quando ele melhorasse um pouquinho, dar carne moída crua (OK...). E, quando ele parou de vomitar os remédios e melhorou um pouco, dei a tal da carne pro coitado.

QUE ERRO.

Depois de devorar a carne (nunca vi esse cachorro tão feliz), ele começou a flatular. E não parou até domingo à noite. Meu Deus, como pode um ser tão pequeno produzir uma bomba tão feroz? Da próxima vez, vai ficar só no remédio. E ainda vai tomar um Luftal pra garantir.

Bom, por hoje chega. Tá na hora de dormir, né?

Ah, coloquei mais umas fotos no Flickr. Dá uma olhada lá, vai???