sábado, 7 de junho de 2008

Congestionamento


Sabado a noite, shopping Eldorado... A última coisa que se espera é um comboio de carrinhos de compras... Inteligente, né?

quinta-feira, 5 de junho de 2008

Pinica!

Eu sou um cara que tem ciclos. Não, não são ciclos menstruais. De vez em quando eu tenho uma nova mania ou remexo em alguma mania antiga.

A bola da vez é Michael Jackson, o bombom Ouro Branco da música pop mundial (branco por fora, preto por dentro, sacou?).

Explico: meu iTunes fica no shuffle. E um belo dia tocou acidentalmente "Beat it", e eu fiquei com a música na cabeça. Depois eu ouvi por acaso o Fall Out Boy tocando Beat it na rádio e a Amy Winehouse completamente breaca cantando Beat it. Muito engraçado, por sinal, hehehe...



Coincidência ou atenção seletiva, o fato é que eu comecei a reparar na distinta canção. Reparar na letra, no riff, nos vocais, etc.

Primeiro de tudo, reparei que eu não sabia exatamente o que era a expressão "beat it". Logo saquei que era um trocadalho do carilho (beat, música, pop, sacou???), mas isso não era suficiente.

Então recorri ao pai dos burros eletrônico que eu tenho instalado. Sabe o que saiu quando eu digitei "beat it"? PINICA!

"Pinica!"? "PINICA!"???

Coloquei "pinica!" no modo português-português mas não tive resposta. Então deduzi que era algo do tipo "sai fora", "pica a mula", "rapa", etc.

A letra, pra quem nunca parou pra reparar, é essa aqui. E, em uma tradução daquelas típicas de radio AM tosqueira, ficaria assim:

Falaram pro cara não apareça mais aquiiiiiiii
Não querem ver sua fuça, é melhor você não viiiiiiiir
Eles estao com fogo nos zóio e o que eles falam não é pra rir
Então pinica! Sai fora!

É melhor correr, se virar, dar seus pulos
Não quero ver sangue, não dê uma de machão
Você quer ser valentão, arrasar o quarteirão
Pica a mula! Mas você quer ser durãããão

Sai foraaaaa, pinicaaaaa, rapaaaaaa, vazaaaaaa,
Ninguém quer tomar pipooooco
Mostrar que você luta batuta e é fortão
Mas não importa quem tem a razão

Sai foraaaaaa, pinicaaaaaaa,
Rapaaaaaa, vazaaaaaaa,
Pica a mulaaaaaaa, riscaaaaaa,
dá areaaaaaaa, sebo nas canelaaaaaaaas

Vão te pegar, melhor dar área enquanto pode
Você não quer ser mocinha, você quer ser homão
Vai logo pra viver, porque senão você se fode
Então rapa! Pinica!

Você tem que mostrar que não tá se cagando de medo
Tá arriscando a sua vida, mas não é "verdade ou desafio"
Vão te meter o pé, vão te dar um cacete
E te chamar de "meu fio"
Então pinica! Mas você quer ser mauzããããão

(10 vezes)
Sai foraaaaaa, pinicaaaaaaa,
Rapaaaaaa, vazaaaaaaa,
Pica a mulaaaaaaa, riscaaaaaa,
dá areaaaaaaa, sebo nas canelaaaaaaaas

OK, agora a letra fazia mais sentido. E, junto com o riff putaqueparilmente FODEROSO de 9 notas (TAM, TARARARAM, TAM, TARAM TAM), eu já estava gostando 100% mais dela.

Tenho que elogiar também a linha de baixo e os vocais. O comedor de criancinhas mandava bem nos 80's.

E o clipe, então??? Uma pérola!!! Como titio Michael gentilmente pediu que não se permitisse o embed dos clipes (só dá pra ver no youtube), eu coloco aqui a análise do Marcos Mion sobre ele:



hahahaha... genial...

Enfim, tinha que compartilhar isso de algum jeito. Como a sra. cri-cri ficou rindo descaradamente pela minha onda retrô-pop-meio-brega, resolvi escrever sobre isso aqui no blog. Quem sabe alguém não simpatiza com isso e vira tendência, hein, hein???

segunda-feira, 2 de junho de 2008

O técnico cacófato

Técnico Cuca aceita proposta e acerta com o Santos

Cuca é um prato cheio para piadinhas de duplo sentido da imprensa engraçadinha paulista. É o técnico cacófato.

Hoje mesmo eu já ouvi uma infame, no Na Geral:

- Se o Cuca quer deixar o Botafogo e ir pro Santos, DEIXA O CUCA IR!!!

Pode escrever. Pode escrever que o Santos com Cuca é gol.

E tenho dito.

Update: hoje pela manhã um cara da Rádio Bandeirantes disse que "O Santos usou a cuca". Não falei, não falei???

Cuidado com a Cuca que a Cuca te pega!!!

Fábia e a física do Petrefiolismo

O que a erva não faz...

domingo, 1 de junho de 2008