segunda-feira, 21 de janeiro de 2008

João 20:24-29 - De Tomé, Estereótipos e os CDs


Às vezes (há quem diga que quase sempre) eu sou meio São Tomé. Principalmente com relação a novas pessoas. Aliado ao fato de não me considerar uma pessoa extrovertida, às vezes eu acabo parecendo ou efetivamente send chato. Eu sei.

Manja aquele ditado "A primeira impressão é a que fica"?!?!

Pois bem, eu estava reparando na minha atitude sãotomezística com relação às pessoas e reparei que o processo de conhecer uma pessoa, para mim, é justamente o contrário desse ditado. É a quebra do estereótipo. Eu sei, eu sei que estereótipos têm seu lado bom na atividade mental do indivíduo (Santa ECA que me guarde), mas a primeira impressão para um verdadeiro São Tomé pode ser uma merda.

Admiro muito quem aposta nas pessoas de cara, em quem conhece as pessoas num simples olhar. É um talento nato. Mas não é minha praia, admito.

Hoje eu conheço melhor um punhado de pessoas muito gente-fina e que eu inicialmente achei que eram completamente o oposto do que são. Provavelmente eu perdi boas amizades por isso. Que bosta. Mas também devo ter eliminado da minha reta muita gente xarope. Que bom.

Acho esse processo de descorir as pessoas bem legal. É como ouvir um CD novo e não gostar de primeira. E não conseguir mais parar de ouvir depois de um tempo.

Meus melhores CDs foram assim. Meus melhores amigos também.

O negócio é dar tempo ao tempo.

Um comentário:

Fabio disse...

Que papinho hein?
Primeira pessoa?
Vou entrar no seu blog para ver você falando de você?
HahaHahah
Só para dizer que seu irmão é mais mala que você!!!
Abraço
BXR