segunda-feira, 28 de janeiro de 2008

My man!!!


Ontem eu fui com a Dona B.O. assistir a "O Gângster" (American Gangster) no cinema.

Fora os R$17,00 de cada entrada (sim, meus caros), a sala lotada e o cheiro de "veneno de pipoca" do Cinemark no ar (sim, porque aquela merda líquida não é digna de ser chamada de manteiga), o filme em si é bão bagarai.

Ainda mais pra mim, que tenho uma queda por filme de máfia. Pra mim é um dos temas nunca se esgotam.

Enfim, a história é a seguinte: o Denzel Washington (que nesse filme continua com a mesma cara de "Chamas da Vingança" de sempre) é um traficante negro (começa daí a treta) que descobre um jeito "felomenal" de trazer heroína 100% pura e 50% mais barata (arrã...) do Vietnã, em plena guerra.

Nisso, aparece o Russel "ex-Gladiador" Crowe (que nesse filme continua com a mesma cara de "incompreendido, pobre e fodido" de Uma Mente Brilhante) que faz um policial honesto que é realmente incompreendido, pobre e fodido (hehehe) e que vai à caça do "bad guy". Maniqueísmo americano, sim, senhor.

2 horas e meia depois, o filme acaba. E você fica com a sensação de ter visto uma história real bem contada (ainda que meio aumentada), com ótima direção do Ridley Scott, ótimos diálogos, boas atuações (preste atenção ao Cuba Gooding Jr.) e que diverte sem chamar de idiota.

Valeu!
Recomendo :)

Um comentário:

"Dona B.O" disse...

Dona B.O. o caramba... quem me dá B.O. é vc... bjo :P